Loading...

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Meu Pulmão, me perdoa!

5 comentários:

  1. Quais são as causas da DPOC?

    A principal causa da DPOC é o tabagismo. A doença também pode ser provocada pela inalação persistente da fumaça gerada pela queima da lenha, utilizada em fogões domiciliares. Uma causa rara é a deficiência congênita de uma proteína denominada alfa-1 antitripsina, que normalmente esta presente nos pulmões.

    ResponderExcluir
  2. Como se desenvolve a DPOC?

    A DPOC se desenvolve após a exposição prolongada dos brônquios (condutos que levam o ar para dentro dos pulmões) às substâncias tóxicas contidas na fumaça inalada do cigarro.

    Como conseqüência dessa exposição ocorrem:

    a) inflamação brônquica, caracterizada pelo edema (inchaço) da parede brônquica e aumento da produção de muco (catarro) por parte de glândulas aí localizadas;

    ResponderExcluir
  3. Os 10 Mandamentos dos Fumantes que Querem Abandonar o Tabagismo


    1. Reflita sobre os fatores que o motivam a parar de fumar e os escreva em um papel. Está com saudade do cigarro? Pegue o papel e lembre-se dos fatores que o motivaram a deixá-lo.

    2. Marque o dia para deixar definitivamente de fumar. Até lá diminua o numero de cigarros e se prepare para a partir do dia marcado não fumar mais nenhum cigarro.

    3. Beba muita água. A água ajuda a hidratar o organismo e beber um copo grande de água no momento da "vontade" de fumar ajuda a aliviar o momento.

    4. Faça a despedida do cigarro. Isso mesmo, se despeça do seu companheiro cigarro, este ritual é importante para marcar o seu novo momento de vida.

    5. Gaste energia. Faça caminhadas ou outras atividades físicas que o ajudem a aliviar o stress e sentir-se bem consigo mesmo.

    6. Mude sua rotina. A rotina antiga está muito associada ao cigarro e deixar de fumar envolve mudança de hábitos.

    7. Conte para os familiares e amigos mais próximos que você está parando de fumar. Assim eles podem ajudá -lo e não irão oferecer cigarros a você.

    8. Evite situações de risco nas primeiras 2 a 3 semanas. Evite consumir álcool ou situações que estão muito associadas ao cigarro, após este período inicial você estará mais tranquilo para enfrentá-las.

    9. Cuidado com a fome exagerada. Ao parar de fumar os alimentos ficam saborosos e as pessoas tendem a comer mais. Não seja exigente, não dá para fazer regime e parar de fumar ao mesmo tempo, mas controle sua alimentação.

    10. Pense nos benefícios que você irá adquirir ao parar de fumar e parabenize a si mesmo a cada dia sem fumar, pois ele já faz diferença para a sua saúde!

    ResponderExcluir