Loading...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

31/5 - DIA MUNDIAL SEM FUMAR - NO RECIFE

Dia Mundial sem Fumar � lembrado hoje no Distrito Sanit�rio V

O Dia Mundial sem Fumar est� sendo lembrado hoje no Recife com uma s�rie de a��es para atrair a aten��o da popula��o sobre a epidemia. Nesta segunda-feira, profissionais e usu�rios das unidades de sa�de do Distrito Sanit�rio V, que inclui bairros como Jiqui�, Est�ncia e Areias, receber�o material educativo sobre o controle do tabagismo e onde encontrar tratamento para a depend�ncia na rede municipal de Sa�de.

Est�o inclu�das no calend�rio, palestras, semin�rios em rela��o aos danos causados pelo uso do cigarro, atividades reflexivas e informativas, depoimentos de ex-fumantes e entregas de certificados pela participa��o no encontro. A id�ia � conscientizar a popula��o sobre as doen�as causadas pelo tabagismo e como forma de estimular o tratamento e abandono da depend�ncia qu�mica.

O cigarro � respons�vel pela morte de 200 mil pessoas por ano s� aqui no Brasil. Em todo o mundo, o fumo � respons�vel por 30% das mortes por c�ncer e 90% das mortes por c�ncer de pulm�o.

Da Reda��o do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Dia Mundial sem Fumar - 31/5

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Fra��o

Gostamos de colocar os outros ( e a n�s mesmos) em categorias limitantes, com o prop�sito de identific�-los, mas as vidas das pessoas n�o se encaixam direitinho dentro de compartimentos.

N�o h� limites para o que somos capazes de fazer e nos tornar. Hoje, saiba que, seja l� o que for que voc� acha que �, isso � apenas uma fra��o do que voc� pode ser.

DICAS PARA PARAR DE FUMAR

Parar de fumar n�o � tarefa simples e ter consci�ncia disso talvez seja o mais fundamental requisito de um futuro n�o fumante. N�o desista na primeira adversidade, lembre-se: muitos conseguiram e voc� conseguir� tamb�m! Pense nos benef�cios de levar uma vida saud�vel.

A escolha por largar o cigarro pode exigir o acompanhamento de um profissional para auxiliar o tratamento. No entanto, o papel desempenhado pelo fumante � o grande respons�vel pelo sucesso da empreitada.

Veja algumas dicas �teis que podem ajudar voc� a se ver livre do fumo:

- Identifique quais s�o as situa��es que estimulam a sua vontade de fumar (exemplos: ap�s o caf�, ao ingerir bebidas alco�licas, quando est� ao telefone, entre outras) e procure evit�-las;

- N�o fume dentro da pr�pria resid�ncia e se desfa�a de objetos relacionados ao tabaco, como cinzeiros, isqueiros e carteiras de cigarro. Assim, reduz-se o cheiro de fumo nesses locais e, por consequ�ncia, o risco de cair em tenta��o.

- Solicite aos familiares e amigos que n�o fumem perto de voc� e nem dentro de casa. Diga que voc� est� tomando essa atitude pensando no bem-estar de todos;

- Procure n�o mais associar sua rotina ao fumo e crie novos h�bitos, se poss�vel, prazerosos;

- Para combater a ansiedade, pratique atividades f�sicas e assimile um estilo de vida mais saud�vel.

- Outra dica para reduzir a vontade de fumar � mascar um peda�o de gengibre ou beber �gua, que tamb�m s�o �timos para a sua sa�de.

- Escove os dentes imediatamente ap�s as refei��es para reduzir a vontade de fumar.

Fonte: www.riosemfumo.rj.gov.br

sexta-feira, 21 de maio de 2010

20 DE MAIO

8 MESES sem fumar!!!

Obrigada Francisco e Clara de Assis, obrigada Tuoyara, Bezerra de Menezes e JESUS CRISTO!


quarta-feira, 19 de maio de 2010

domingo, 16 de maio de 2010

C�ncer: Corrida atrai milhares ao Aterro

Maioria do p�blico era formada por mulheres, mas homens tamb�m apoiaram.

Texto e Foto: Fabio Antonio

Rio - Milhares de pessoas participaram da Corrida e Caminhada Contra o C�ncer de Mama, realizada no aterro do Flamengo (foto), zona sul do Rio de Janeiro, na manh� deste domingo, 16.

Queima��o nos p�s

Estou sofrendo com forte queima��o nos p�s, mais uma mazela ou causada pelo efeito dos cigarros que fumei ou pelos rem�dios para o pulm�o, amanh� irei ao m�dico, mais uma vez, fazer um monte de exames, tomar mais rem�dios, oh Senhor! Maldita hora que dei minha primeira tragada.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

12 de Maio - Dia dos Enfermeiros

12 de maio-Dia dos Enfermeiros

Meu agradecimento especial �s Enfermeiras e Auxiliares do Real Hosp.Portugu�s do Recife,verdadeiros Anjos!

Destaque especial para as equipes do Pavilh�o Egas, abnegados!

Garotos na faixa dos oito aos 13 anos que convivem com fumantes j� apresentam art�rias alteradas, mostra estudo

De Rachel Botelho, da Folha de S. Paulo

O fumo passivo pode afetar a sa�de das art�rias bem mais cedo do que se acredita. Crian�as e adolescentes que moram com pessoas fumantes j� apresentam, em consequ�ncia, um espessamento das paredes dos vasos, conforme revela uma pesquisa finlandesa publicada no peri�dico "Circulation". At� este momento, esse efeito da exposi��o � fuma�a do cigarro n�o havia sido estudado em menores de 18 anos.

A pesquisa envolveu 494 crian�as de oito a 13 anos. Os cientistas mediram v�rios par�metros que avaliam a sa�de das art�rias e verificaram que, nas pessoas expostas ao cigarro, os indicadores eram piores.
Os participantes foram divididos em grupos conforme os n�veis de cotinina encontrados no sangue -esse subproduto da nicotina � o principal marcador para exposi��o � fuma�a.

Especialistas dizem que, se a exposi��o � fuma�a for cr�nica, indiv�duo poder� apresentar aterosclerose precoce, na fase adulta

Um exame de ultrassom mediu o espessamento da aorta e da car�tida. Os resultados da an�lise mostram que as crian�as com mais cotinina no sangue tinham paredes das car�tidas 7% mais espessas, em m�dia, do que aquelas com n�veis mais baixos da subst�ncia.

A aorta dos integrantes do grupo exposto � fuma�a de cigarro mostrou-se 8% mais espessa, em m�dia.
A flexibilidade das art�rias do bra�o - ou fluxo da art�ria braquial -, outro par�metro da sa�de dos vasos e do risco cardiovascular, mostrou-se 15% inferior nos adolescentes com n�veis mais altos de cotinina. O colesterol desses pesquisados tamb�m estava elevado.

Infarto e derrame
Segundo a cardiologista Jaqueline Scholz Issa, diretora do programa de tratamento de tabagismo do InCor (Instituto do Cora��o), esses sinais podem anteceder ou ocorrer paralelamente � aterosclerose -estando, assim, diretamente associados a eventos cardiovasculares, como infarto e derrame.
A boa not�cia � que o problema pode ser revertido. "Levam-se 24 horas para recuperar a disfun��o endotelial que surge ap�s meia hora de exposi��o a fuma�a. Mas, se a exposi��o for cr�nica, com o tempo a pessoa poder� ter um evento cardiovascular agudo, como infarto ou AVC, se tiver outros fatores de risco", diz Issa.
Em outras palavras, a doen�a pode n�o se manifestar durante a inf�ncia, mas, se a crian�a ou o adolescente continuar exposto � fuma�a, poder� apresentar aterosclerose mais precocemente do que pessoas que n�o convivem com o fumo.
"� uma pesquisa de ponta, com uma metodologia sofisticada e muitos adolescentes. � mais um dado que mostra que fumar em ambiente fechado n�o est� com nada", afirma.

Fisiologia alterada
Segundo Frederico Leon Arrabal Fernandes, m�dico colaborador do grupo antitabagismo do Hospital Universit�rio da USP, o impacto do fumo passivo nas doen�as respirat�rias das crian�as j� � muito conhecido, mas seu efeito no sistema cardiovascular, ainda n�o.
"Esses dados s�o muito interessantes, porque mostram que a fisiologia da crian�a j� est� alterada, e � sobre essa base que vai se desenvolver uma doen�a cardiovascular quando ela se tornar adulta."

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Blitz em Marechal Hermes - Rio Sem Fumo



5/5/2010

Rio Sem Fumo faz a��es em Marechal Hermes




Na segunda-feira, dia 4 de maio, as a��es do Rio Sem Fumo ocorreram no bairro de Marechal Hermes. T�cnicos da Secretaria de Sa�de estiveram nas ruas S�ria, Latife Luvisaro, Aur�lio Valporto e Zaz� Jos� Thomas. Ao todo foram visitados 14 estabelecimentos entre drogarias, supermercados,lojas de roupas e cal�ados,lanchonetes, restaurantes e bares. N�o houve auto de infra��o e a popula��o local se mostrou interessada em participar da campanha.